Resenha: Rangers – Ordem dos Arqueiros – Reis de Clonmel

Quem está pronto para uma nova aventura? \o/

Sinopse: É um raro momento de folga para Will e os outros arqueiros. Todos haviam deixado seus postos, por alguns dias, para participar da Reunião Anual dos Arqueiros. Uma oportunidade de reencontrar os amigos e compartilhar histórias de aventuras.
Distante de tudo isso, Halt está na costa oeste, a fim investigar um mal que floresce na região. Uma terrível seita religiosa formada por um infame grupo de malfeitores conhecido como “os forasteiros”. 
Halt descobre que a influência do culto maligno já chega a cinco dos seis reinos que formam a Hibernia. Apenas o reino de Clonmel se coloca entre os forasteiros e o domínio de todo o território hiberniano. 
Agora, cabe a Will, Halt e Horace lutar em defesa da liberdade de Clonmel e destruir as pretensões da seita. Em meio ao conflito, segredos serão revelados e Halt precisará encarar alguns fantasmas de seu passado. Um confronto que pode se mostrar ainda mais difícil do que a batalha por Clonmel.

Aventura; Fantasia | 360 páginas | Cortesia editora Fundamento|
Autor: John Flanagan  | Publicado em 2011 |Classificação 4/5 |
Compre & Compare Saraiva  / Fnac Livraria da Folha 

Continuar lendo “Resenha: Rangers – Ordem dos Arqueiros – Reis de Clonmel”

Anúncios

Resenha: Rangers – Ordem dos Arqueiros – Resgate de Erak

Sinopse: Quando Erak, o oberjarl da Escandinávia, decide liderar seus homens em um saque à pequena cidade mercantil de Al Shabah, ele não imagina o desfecho dessa empreitada. Depois de uma invasão surpreendentemente fácil, o líder escandinavo acaba prisioneiro de um grupo de guerreiros do povo arridi. Svengal, homem de confiança do escandinavo, pede ajuda aos araluenses. Por conta da dívida de honra que tem com o oberjarl, o rei Duncan se vê obrigado a enviar a princesa Cassandra como representante da família real para efetuar o pagamento do resgate e garantir a liberdade de Erak. Preocupado com a segurança da filha, Duncan convoca Halt, Will, Horace e Gilan para acompanhá-la e protegê-la durante a missão. Tem início uma jornada onde o perigo espreita atrás de cada pedra do caminho. Uma verdadeira provação para Will e seus companheiros, que fica ainda mais arriscada quando o grupo é castigado por uma tempestade de areia que carrega rumores de uma grande traição.

Ação; Aventura; Fantasia| 390 páginas | Editora Fundamento | Escritor: John Flanagan | Compre com a Editora |  Publicado em 2011 | Classificação 5/5

Continuar lendo “Resenha: Rangers – Ordem dos Arqueiros – Resgate de Erak”

Resenha: Rangers – Ordem dos Arqueiros – O Feiticeiro do Norte

Eu já disse que amo essa saga, e to aqui para falar de novo.
Eu amo essa saga ❤

c36a7c73-42d5-4b05-bbbf-ddc5764eb31f

Editora: Fundamento
Escritor: John Flanagan
Ano: 2010
Págs: 288

Sinopse: Depois de vários anos de dedicação e inúmeros perigos, Will conclui seu aprendizado e se torna, finalmente, um arqueiro. Sua primeira tarefa sem a supervisão de Halt é assumir o posto de guardião do feudo de Seacliff, uma ilha localizada num setor tranquilo do reino. É o trabalho ideal para um arqueiro recém-formado. Entretanto, diferente do que se poderia imaginar, a estada de Will em Seacliff não será nem um pouco tediosa. Will recebe a visita de uma velha amiga, Alyss, que lhe fala sobre a misteriosa doença de lorde Syron, o senhor do castelo de Macindaw, no extremo norte. Ela conta que a população local está aterrorizada com os rumores de que um terrível feiticeiro é o responsável pelo mal do lorde. Então, uma difícil tarefa é dada a Will – descobrir a verdade. Para realizá-la, ele parte rumo à floresta Grimsdell, onde é assombrado por vozes sinistras e pelo assustador Guerreiro da Noite. Esses acontecimentos o fazem pensar se há explicação racional para aquilo… ou se feitiçaria existe de fato. Sem saber em quem confiar em meio a tantas superstições, boatos e inexplicáveis aparições, Will pode contar apenas com seu treinamento, suas habilidades e a inteligência para sobreviver.
Mas talvez isso não seja o bastante…

Continuar lendo “Resenha: Rangers – Ordem dos Arqueiros – O Feiticeiro do Norte”