Resenha: De Pauliceia Desvairada a Lira Paulistana

Mário de Andrade
Editora Martin Claret, 2017
465 páinas

“Este prefácio, apesar de interessante, inútil.”

Continuar lendo “Resenha: De Pauliceia Desvairada a Lira Paulistana”

Resenha: A Torre Negra – C.S. Lewis

 

Olá, leitores \o/

Hoje, trago-lhes uma resenha do aclamado C.S. Lewis. Sim, ele mesmo!

No entanto, esse livro é um pouco diferente da literatura mais juvenil que estamos acostumados, por exemplo As Crônicas de Nárnia. A Torre Negra é uma verdadeira ficção científica, daquelas que é preciso estar preparado para sair da zona de conforto, de maneira a entender todos os detalhes da trama.

Continuar lendo “Resenha: A Torre Negra – C.S. Lewis”

Resenha: Sentimento do Mundo

sentimento-do-mundo

Continuar lendo “Resenha: Sentimento do Mundo”

Resenha do Conto: O ovo e a galinha

download

O que falar da Clarice né? Simplesmente maravilhosa haha Eu conheço pouquíssimas obras dela e todas são incríveis.

Continuar lendo “Resenha do Conto: O ovo e a galinha”

Resenha: O triste fim de Policarpo Quaresma

triste2bfim2bde2bpolicarpo2bquaresma

Publicado em 1911

Autor: Lima Barreto

Sinopse: Policarpo Quaresma é um brasileiro que gosta profundamente das coisas de nosso país. Estuda a geografia de nossos rios, a história, a língua de nossos índios. Ama a cultura popular e chega a aprender a tocar violão, só para melhor conhecer nossa música. Sonha em melhorar as coisas para todos. Muda para o interior, para trabalhar na agricultura, pensando em ajudar o Brasil a se desenvolver. Envolve-se num conflito para ajudar o presidente. Mas no fim perde as ilusões.

Continuar lendo “Resenha: O triste fim de Policarpo Quaresma”

Resenha: O primo Basílio

o-primo-basilio-eca-de-queiros

Publicado em 1878

Autor: Eça de Queirós

Sinopse: Durante uma viagem prolongada de seu marido, Luísa se deixa seduzir por Basílio, um primo seu que voltava a Portugal depois de uma temporada no Brasil. Imprudentes e indiscretos, os amantes acabem flagrados por Juliana, a empregada da casa, que passa a chantagear a patroa. Com o anúncio da iminente volta do marido, está armado o cenário para um caso exemplar de decadência do estilo de vida pequeno-burguês, com seus preconceitos e moralismos, seus tipos parasitários, suas relações amesquinhadas e seu frágil equilíbrio.

Continuar lendo “Resenha: O primo Basílio”

Resenha: Os Lusíadas

Faz tempo que eu não faço um post sobre algum clássico né?

Pois bem, Camões é a definição do que há de mais clássico na literatura haha

livro-os-lusiadas-serie-reencontro-luis-de-camoes-D_NQ_NP_22466-MLB20230100032_012015-F

Continuar lendo “Resenha: Os Lusíadas”

Resenha: A Cidade e as Serras

A-Cidade-e-as-Serras

Sinopse: Obra publicada em 1901, retrata o contraste entre o dia a dia frenético da metrópole e a vida simples do campo. A história é dividida em duas partes: a primeira narra a vida de Jacinto em Paris, que diante do avanço da civilização, do progresso, das novas tecnologias, da massificação dos centros urbanos, sente-se com um grande vazio interior. A segunda apresenta o personagem de volta a Tormes, em Portugal, onde ele encontra a verdadeira felicidade. Vivendo no campo, ele descobre a si mesmo, além de promover melhorias nas serras, um lugar atrasado e pobre. Decide, então, trocar a vida de luxo em Paris pela simplicidade. A história ironiza os males da civilização e enaltece os valores da natureza, fazendo uma crítica ao estilo de vida desprovido de autenticidade, que engrandece o progresso urbano e industrial e desvaloriza as raízes e a cultura de um país.

Continuar lendo “Resenha: A Cidade e as Serras”

Resenha: Memórias de um Sargento de Milícias

2jkjskaj

SINOPSE: Publicado em 1854, Memórias de um sargento de milícias ocupa um lugar muito especial entre os romances brasileiros do século XIX. Escrito numa época em que a ficção de folhetins era sinônimo de idealização romântica, Manuel Antônio de Almeida rompeu o ciclo de heróis e heroínas e suas aventuras amorosas para narrar o cotidiano das classes populares, suas desventuras e seu anti-herói por excelência: o malandro. Leonardo, seu protagonista, nada tem em comum com os heróis românticos da época. Desde muito cedo deu as costas para a vida acadêmica e religiosa para desfrutar do ócio. Não sofre remorsos nem dores de amor, e quando é feito sargento se identifica mais com a malandragem do que com as forças da ordem. Com sua narrativa centrada nos homens livres, mas despossuídos, do Brasil dos tempos de d. João VI, este romance pioneiro oferece um panorama cômico e precioso do modo de vida e da moralidade incrivelmente adaptável de um país ainda em construção

Continuar lendo “Resenha: Memórias de um Sargento de Milícias”

Resenha: O cortiço

capa.jpg

Sinopse: O Cortiço é um romance publicado em 1890, e é considerada uma obra-prima do Naturalismo no Brasil. Os personagens principais são os moradores de um cortiço no Rio de Janeiro, precursor das favelas, onde moram os excluídos, os humildes, aqueles que não se misturavam com a burguesia, e todos eles possuindo os seus problemas e vícios, decorrentes do meio em que vivem.
Aluísio Azevedo fixou-se nas letras com seu traço forte e também por personificar, com grande destaque, a fase naturalista brasileira.

Continuar lendo “Resenha: O cortiço”