Edição de luxo Martin Claret – Frankenstein, O Médico e o Monstro, Drácula.

Terror, Ficção Científica |  542 páginas |  Editora Martin Claret | Compre & Compare Lojas Americanas * Submarino |  Autores: Mary Shelley, Robert Louis Stevenson e Bram Stoker| Publicado em 2017 | Classificação 5/5 

Olá, loucos por clássicos aterrorizantes \o/

Hoje, vim aqui contar pra vocês sobre essa edição do livro que talvez seja a mais bonita que eu já tive  *O*.

Capa dura com um lindo efeito de envelhecimento com alto relevo, folhas com degradê e 3 histórias fascinantes que até hoje inspiram muitas outras. Parece realmente aqueles livros preciosos que são tirados de bibliotecas antigas. 😍👏👏

Parece que esse livro foi feito pra mim 😀 Sempre fui fã de Drácula e Frankenstein em filmes e sempre tive vontade de ler os clássicos. Então veio essa edição para eu poder ler tudo \o/ haha

Continuar lendo “Edição de luxo Martin Claret – Frankenstein, O Médico e o Monstro, Drácula.”

Livros Gratuitos–Editora Draco

Olá pessoal!

Venho falar de uma iniciativa muito boa da Editora Draco.. ela disponibiliza para seus leitores E-books gratuitos!
Então vou passar para vocês a lista de alguns livros disponíveis para quem gosta da leitura digital em todo tipo de plataforma.

Continuar lendo “Livros Gratuitos–Editora Draco”

Lançamentos – Editora PenDragon

Olá Leitores… Fiquem ligados que hoje venho trazer duas coisas que adoramos, os próximos lançamentos da Editora Pendragon e ainda Promoção \0/

Continuar lendo “Lançamentos – Editora PenDragon”

GATU-Grupo Antiterrorista Ulysses Guimarães

2016-10-03

O que um professor, um Malandro, um Gringo e um Funcionário Publico teriam em comum? Poderíamos dizer que nada, mas em GATU-Grupo antiterrorista Ulysses Guimarães,  esses caras vão estar mais envolvidos do que nunca.

Continuar lendo “GATU-Grupo Antiterrorista Ulysses Guimarães”

Recebidos de Janeiro | Book Haul

1° Mais um Leitor Awards

Sejam bem vindos, leitores e leitoras!

Hoje, teremos a cerimônia do 1° Mais um Leitor Awards. Nessa premiação, iremos eleger os melhores livros lidos em 2015 em suas respectivas categorias.

giphy

Categorias: Melhor Ficção Científica, Romance, Escritor, Terror, Capa, Comédia, Distopia, Drama, Livro Nacional, Livro de Filosofia, Fantasia, Melhor Livro.

Continuar lendo “1° Mais um Leitor Awards”

Resenha: Matilda – Livro/ Filme

Sim, eu li um livro infantil com 17 anos! (Me julguem)

Com certeza meu filme preferido quando era bem pequena, era Matilda! Sabe se lá quantas vezes eu já assisti e quantas vezes apertei play da trilha sonora do filme de Danny DeVito. Falava deste filme pra todo mundo e me espantava quando alguém desconhecia.

Meu amigo ficou tão cansado deste assunto, que em um dos meus aniversários me deu  este livro rosa.

7131168G1

J-u-r-a-v-a que era outra Matilda, outra história, ninguém com inteligência avançada e poderes de mover objetos. Estava muito engana, cresci na ilusão de que a história foi criada somente cenograficamente, pois este livro é de 1988 do escritor Roald Dahl e só foi adaptado oito anos depois, em 1996.

Pra quem nunca ouviu falar, a história gira em torno de uma família completamente dominada pelo superficial: O pai finge que conserta carros para lucrar sem gastar, a mãe vive de aparências e de jogos de azar e o irmão de Matilda não faz nada com muita relevância. Mais um ponto em comum é o habito de assistir televisão durante o jantar e, claramente, coisas que não contribuíam para saírem desta vida rasa. Eis que Matilda cresce, fica um longo período sozinha em casa e aprende a se virar para sobreviver.

A garota começa a desenvolver habilidades avançadas para a idade. Passa a frequentar bibliotecas, ler cada vez mais e desenvolve uma sapiência absurda. Claro que os pais não entendem a vontade da filha de ler ao ver TV ou então de querer ir para escola antes da idade, mas por insistência da menina isso acontece! Apesar de frequentar um colégio um tanto quanto agressivo (por conta da diretora que era cliente de seu pai), lá a garota encontra apoio e suporte para se desenvolver.

8KeGVIS27B1x

O filme foi fiel ao enredo da obra literária, poucas coisas foram alteradas. Claro que partes do livro que seriam mais complexas de reproduzir não viraram cena, mas nada que comprometa a história e as perspectivas do projeto.

Para ajudar na compreensão e até mesmo na imaginação da criança, Quentin Blake fez a ilustração. Claro que as 256 páginas não são desenhadas, mas há uma boa quantidade sim de imagens no decorrer do exemplar.

Enfim, se você convive com algum tampinha, mostre este livro para ele. Ou então, se você gosta desta narrativa tanto quanto eu, leia sem medo de julgamos porque traz um novo olhar do que já vimos na fita VHS.

SEMANA HALLOWEEN #lobisomens

Heey ! Todo mundo falando dos principais personagens do Halloween, mas ainda falta o mais legal (na minha opinião): O Lobisomem!

Sexta-feira com lua cheia, tipo HOJE! (Ok, hoje a lua é quase cheia). Segundo a lenda, é neste ambiente que começa a fusão do humano com o animal, numa noite de sexta a mudança de homem para lobo é inevitável. Todas as coisas que são feitas até o nascer do sol, não são totalmente controladas por este ser que não é por completo nem homem e nem lobo.

A primeira história surgiu na Grécia Antiga. Segundo ela, o rei Ovídio – responsável por uma província grega- serviu carne de Árcade e foi transformado em lobo como punição. A partir daí outras interpretações foram feitas e repassadas de diferentes formas para as próximas gerações. Em lendas posteriores, a mutação entre homem e lobo deixou de ser apenas uma maldição, onde alguns casos o humano escolhia virar lobo.

Esta lenda existe por todo o mundo. Aqui no Brasil a história circula nas regiões mais rurais, uns dizem até já ter visto a criatura. Claro que o enredo muda por conta das condições físicas, sociais e culturais do local. Por aqui é necessário reza e rito para que este fenômeno ocorra. A maldição pode ser adquirida ao longo da vida ou então se um casal tiver sete filhas meninas e a oitava criança for homem, com certeza se tornará um Lobisomem.

Livros sobre Lobisomem:

  • Homens, Lobos e Lobisomens – é medroso igual eu? Leia bem devagar este livro hahaha
  • Lobisomem – Um Tratado Sobre Casos de Licantropia – livro reúne histórias sobre o fenômeno
  • O Último Lobisomem – vai além do fato do homem virar lobo, tem outros assuntos inseridos na narrativa
  • Abused Werewolf – Grupo de Resgate ao Lobisomem – conta a história de um jovem que se transformou sem mais nem menos
  • A Maldição do Lobisomem – Romance e Terror, quem gosta?

Séries/ Filmes sobre Lobisomens:

  • Teen Wolf – preciso nem falar do sucesso do Scott, né?
  • The Wolf Man – clássico!
  • Anjos da Noite – como esquecer desta batalha entre lobisomens e vampiros?
  • Um Lobisomem Americano Em Paris – a filha herdou a maldição do pai e junto com uma sociedade de lobisomens desenvolve uma droga que permite a mutação sem ser lua cheia
  • Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban –  não podemos esquecer da transformação de Remo Lupin

Mas e vocês, também gostam de Lobisomens?

Semana halloween #bruxas

Olá leitores, hoje venho aqui falar sobre as bruxas, já que elas são o clássico do Halloween.

Sendo o principal ícone, o termo usado para o Halloween em português  é “dia das bruxas”. Bom, já ouvimos muitas histórias boas e ruins sobre bruxas, mas de onde elas vieram?
As bruxas surgiram no segundo milênio A.C, quando os celtas chegaram na Europa com suas crenças e religiões que tinham duas divindades: A deusa-mãe e o deus conífero. Assim, os druidas, praticantes da religião celta, ensinavam a cura com ervas, praticavam a arte de adivinhações, previsão do futuro etc.

As bruxas foram caçadas demais na idade média, e dizem que um dos métodos para serem identificadas era comparar o seu peso com o peso de uma bíblia gigantesca, e se ela fosse mais leve, seria uma bruxa, pois as bruxas possuíam leveza sobrenatural. E eu não poderia deixar de falar sobre as bruxas de salém, onde a vila de salém ficou conhecida por ter ocorrido várias mortes e julgamentos de pessoas acusadas de praticar bruxaria.

Filmes sobre bruxas:

  1. Abracadabra: Clássico, AMO esse filme.
  2. João e Maria: Filme onde mostra a caça às bruxas, uma visão diferente do conto, muito bom!
  3. Caça a bruxas: Esse fala perfeitamente sobre essa perseguição pelas bruxas.
  4. A bruxa de blair: Esse é terror.
  5. Dezesseis luas: Um filme sobre uma jovem adolescente bruxa que corre perigo ao completar 16 anos.

Séries sobre bruxas:

  1. Salém: Como o nome já diz, fala sobre as bruxas de salém.
  2. American horror story- Coven: Essa aqui é sobre uma irmandade de bruxas.
  3. The secret circle: Uma menina chega em uma cidade e descobre que faz parte de um grupo de adolescentes descendentes de bruxos e bruxas.
  4. The originals: Nessa série, o maior inimigo dos vampiros são as bruxas.
  5. Merlin: Dragões, feitiços e magia. Essa série conta a vida de um bruxo que é o braço direito do rei Arthur

Livros sobre bruxas:

  1. Harry Potter: Óbvio.
  2. As brumas de avalon: Adaptando a lenda do rei Arthur, aqui quem protagoniza são mulheres, feiticeiras…
  3. O livro perdido das bruxas de salém.
  4. Dragões de éter: Caçadores de bruxa. (clique aqui para ver a resenha)
  5. Bruxos e bruxas.

Bom, foi isso, qual é a seu filme, série e livro sobre bruxas preferido? Até mais, Feliz dia das bruxas.

Resenha: Blink-182 – A Biografia

Sim, agora sim uma biografia que os padrões pedem! Este livro sobre toda a trajetória da banda Californiana, Blink-182, é cheio de detalhes do início da carreira (gravações de Buddha e os shows que faziam perto da fronteira Estados Unidos – México) até os ocorridos de 2012 (ano da publicação do livro).

images.livrariasaraiva.com.br

A crítica da população consumidora de música à banda é constante, mas neste livro fica muito claro qual foi a contribuição do Blink para o cenário musical da época. Vai além de simplesmente fazer o tradicional, o quadrado ou até mesmo o esperado.

Mais uma biografia de banda escrita por um grande jornalista, Joe Shooman, autor de tantas outras de sucesso como a de Bruce Dickinson, o vocalista do Iron Maiden.

Eu nasci no final dos anos 1990, ou seja, não acompanhei de tão perto a explosão da banda. Este livro foi uma boa saída para entender, de fato, o que ocorreu na época do lançamento dos grandes hits, das formações da banda e do hiato, ainda mais tendo o ex baterista, Scott Raynor, como principal fonte de informação para fabricação do livro.

Há muito material na internet, mas nada supera um bom livro com boas histórias e novas perspectivas desta banda.