Série: MindHunter

Olá leitores,

Que série é essa pelo amor de Deus? Bem pra quem ainda não sabe MindHunter é uma série baseada no livro Mind Hunter, um best-seller do NYT.  A série conta a trajetória de Holden Ford, um professor do FBI jovem e com muita vontade de ensinar e aprender, que passa anos traçando perfis de serial killers, estrupadores e afins. Ford começa a entender a mente desses psicopatas e é capaz de usar esse conhecimento para resolver casos policiais que estavam sem solução.

Continuar lendo “Série: MindHunter”

Anúncios

Resenha: Minha estrela favorita.

Romance | 302 páginas | Cortesia Editora Gutenberg | Compre & Compare  Fnac Livraria da Folha |  Autora: Susan Elisabeth Phillips | Publicado em 2017|Classificação 4/5 

SinopseEla é uma detetive impulsiva e durona. Ele é um astro do futebol americano. O que eles têm em comum? Nada! E, ao mesmo tempo, tudo. Aquele era um bom dia para ser Cooper Graham. Aliás, todos os dias eram. Afinal, para o ex-quarterback do famoso time Chicago Stars a vida é como um jogo do Super Bowl e ele é sempre o vencedor. Acostumado com a fama e com o assédio dos fãs, Cooper sabe identificar muito bem quando algum admirador está passando dos limites – e não gosta nem um pouco quando começa a ver um rosto familiar em todos os lugares aonde vai. Piper Dove é uma mulher de fibra guiada por um sonho: reerguer a empresa de investigações de sua família e se tornar a melhor detetive de Chicago. E a sorte parece estar do seu lado quando ela recebe uma missão (im)possível: seguir a estrela do futebol americano Cooper Graham. Ela só não esperava que sua sorte duraria tão pouco… Cooper não fica nada feliz quando descobre que está sendo espionado, e Piper, para escapar de um processo, começa a trabalhar para ele a contragosto. Mas quando descobre que a vida de Graham pode estar em perigo, Piper se vê diante do que pode ser o grande caso de sua carreira e decide que vai protegê-lo, quer ele queira, quer não. Agora duas pessoas que não admitem a derrota são escaladas para o mesmo time. O único problema: elas não sabem jogar em equipe e vão desafiar os limites um do outro para conseguir o que desejam. E para isso vale usar todas as armas, inclusive a sedução.

Continuar lendo “Resenha: Minha estrela favorita.”