Histórias da meia-noite: A parasita azul.

Olá leitores,

Essa semana teremos resenha de todos os contos do livro Histórias da meia noite do Machado de Assis ^^ São 6 contos e todo dia eu vou postar a análise de um deles o/

O conto de hoje será A Parasita Azul 🙂

Continuar lendo “Histórias da meia-noite: A parasita azul.”

Anúncios

Resenha: Quincas Borba

quincas-borba-machado-de-assis.jpg

Publicado em 1891

Autor: Machado de Assis

Sinopse: Quincas Borba trata da vida de Rubião, amigo e enfermeiro particular do filósofo Quincas Borba — personagem descrito em obra anterior de Machado, Memórias póstumas de Brás Cubas —, de quem herda toda a fortuna. Ao trocar a vida provinciana pelo bulício da corte, Rubião leva consigo o cão, também chamado de Quincas Borba, que pertencera ao filósofo e do qual deveria cuidar a fim de preservar o direito à herança. No trem que o conduz ao Rio de Janeiro, Rubião conhece o casal Sofia e Cristiano Palha, que logo percebem que o companheiro de viagem é um novo-rico ingênuo e ludibriável. Seduzido pela amabilidade do casal e, sobretudo, pela beleza de Sofia, Rubião passa a frequentar a casa deles, confiando cegamente nos novos amigos.

Continuar lendo “Resenha: Quincas Borba”

Resenha: O cortiço

capa.jpg

Sinopse: O Cortiço é um romance publicado em 1890, e é considerada uma obra-prima do Naturalismo no Brasil. Os personagens principais são os moradores de um cortiço no Rio de Janeiro, precursor das favelas, onde moram os excluídos, os humildes, aqueles que não se misturavam com a burguesia, e todos eles possuindo os seus problemas e vícios, decorrentes do meio em que vivem.
Aluísio Azevedo fixou-se nas letras com seu traço forte e também por personificar, com grande destaque, a fase naturalista brasileira.

Continuar lendo “Resenha: O cortiço”