Resenha: Interator

 

Quando GAME e REALIDADE se confundem.

Romance | 444 páginas | Cortesia Editora Jaguatirica|Autor: Alexandre Almeida de Oliveira | Publicado em 2016|Classificação 4/5 | Compre & Compare Saraiva  / Fnac Livraria da Folha 

Olá leitores,

Já imaginou ser capaz de jogar vídeo game e sentir todas as sensações de seu personagem? Poder pilotar um avião, carros de corridas, mas também sentir a dor dos socos nos jogos de luta. Você toparia essa?

Marcelo, um garoto de 16 anos e cheio de problemas, não só topou como ficou preso propositalmente no jogo. Mas quais os motivos dele para querer isso?

Livro interator

Bem, Marcelo foi criado somente pela mãe Vera, já que o pai, Fábio, foi embora para França devido às pressões de seu pai (avô de Marcelo).

Vera era secretária na empresa em que Fábio trabalhava (e era o dono). Se apaixonaram e ela engravidou. Depois que Fábio foi embora, Vera e seu filho passaram por algumas dificuldades. Vera foi despedida do emprego que ganhava bem, mas mesmo assim não mudou seu padrão de vida. Marcelo continuou a estudar no melhor colégio da região, mas, como se esperava, Vera atrasava vários pagamentos.

Devido aos problemas financeiros, Marcelo não conseguia acompanhar os amigos da escola em shoppings, passeios e compras. Com isso, Marcelo se isolava. Seu único amigo era Carlos.

De repente, após 16 anos ausente, Fábio apareceu e quis conhecer o filho. O relacionamento deles não era nada fácil. Marcelo o tratava com indiferença e nem o chamava de pai.

Paralelo a isso, a empresa de informática Assertiva estava lançando um projeto, O Projeto Mentor. Pessoas conectariam suas mentes à máquina e ela lhe daria as sensações do jogo em seu próprio corpo. Por exemplo, se o interator corresse no jogo, seu corpo físico ficaria ofegante. Essa oportunidade custaria somente 120 mil reais!!

Além disso, a empresa ofereceria um prêmio de 120 mil reais para quem conseguisse entrar em seu sistema e mostrar aos técnicos as falhas.

Marcelo juntou o útil ao agradável. Acessaria a empresa, ganharia o prêmio e… Daria o dinheiro para sua mãe ou teria uma incrível experiência de fantasia.

Pra quem gosta de tecnologia e vídeo game (e Black Mirror haha) esse livro é perfeito. Mas para quem não gosta, esse livro é legal do mesmo jeito.

Eu nunca havia lido nada do gênero e confesso que foi incrível. O autor pensou em cada detalhe e suspeito que ele tenha criado de verdade o Projeto Mentor haha

Recomendo.

Beeijos

Anúncios

2 comentários em “Resenha: Interator

Olá, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s