Resenha: O Enigma de Blackthorn

o enigma de blackthorn

Literatura Juvenil, Ficção | 352 páginas | Editora LeYaEscritor: Kevin Sands | Compre & Compare Lojas AmericanasSubmarino |  Publicado em 2017|  

Sabe aquela história leve que você pega para ler e não quer mais largar? *-*

Blackthorn é o nome da botica de nosso protagonista Christopher Rowe, aprendiz do mestre boticário Benedict Blackthorn.

Um mistério acomete Londres em pleno ano de 1665. Alguns boticários – pessoas que produziam medicamentos e lidavam com produtos alquímicos na época-, são atacados em série e são mortos violentamente. Tudo indica que o culto do arcanjo -uma seita misteriosa que busca poder, sem se preocupar com seus métodos-, está por trás dos ataques que chegam até a botica de Christopher.

o enigma de blackthorn

“Não conte a ninguém.”

Essa era a frase que o pequeno aprendiz de boticário tem em mente quando se sente totalmente perdido. Sua vida vira de ponta-cabeça em pouco tempo e ele precisa agir rapidamente, afinal o culto do arcanjo pode não estar apenas interessado em sua botica, mas estão interessados diretamente no garoto!

E com uma narração leve, divertida e muito inteligente a gente acompanha a aventura de Christopher, que vai decifrando enigmas até perceber que estava em uma situação mais difícil que pensava, e que essas batalhas já estão sendo travadas há muitas gerações. Mas não posso continuar dando mais muitas informações, pois muitas coisas só são reveladas mais para o final do livro, o qual leva a história com suspense do início ao fim, então não quero dar spoilers, né? 😀

o enigma de blackthorn

A história me lembrou muito daquelas missões de RPG de mesa que você tem que ir descobrindo detalhes da missão e vai evoluindo, adquirindo itens até completá-la. E obter tais itens nesse cenário é muito importante, pois estamos lidando com alquimistas que conseguiam manipular a matéria para fazer pólvora, produtos extremamente ácidos, por exemplo, pois irão ajudar a obter sucesso na missão. Além disso, Christopher tinha que lidar com simbologias que escondiam códigos embaixo de códigos para revelar os mistérios, então todo conhecimento que ele acumulasse poderia ser útil. 😀

“Olhei para o espelho. Meu reflexo me encarou. Parecia tão quieto, tão calmo.

Está tudo bem, disse ele.”

A narração feita por Christopher em 1° pessoa torna o livro muito mais interessante – ao meu gosto-, porque conseguiu passar muito bem os sentimentos do personagem, de maneira que eu ficava imaginando melhores caminhos para ele, e ficava com raiva quando ele escolhia algo diferente do que eu queria =D

O escritor Kevin Sands ainda fecha o livro dizendo que alguns dos locais que eles passaram no livro realmente existem e até hoje ainda é possível encontrá-los!

Eu INDICO muito a leitura !!!!!

Anúncios

Olá, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s