Resenha: Irmãs em Auschwitz

whatsapp-image-2017-02-16-at-22-37-35

Autoras: Rena Kornreich Gelissen e Heather Dune Macadam

Publicado em 2016

Editora: Universo dos Livros 

Sinopse: Uma das poucas pessoas a se entregar voluntariamente para o exército alemão e ir a um campo de concentração – quando ainda se acreditava que eram apenas campos de trabalho – Rena Kornreich fez parte do primeiro transporte em massa de judeus para Auschwitz e sobreviveu ao campo nazista por mais de três anos, junto a sua irmã mais nova – Danka. Juntas, ambas tiveram de ser resilientes a cada a perversidade vivenciada durante o período de aprisionamento. E, a despeito da iminência da morte, das doenças, das surras e do trabalho forçado, os relatos de Rena a respeito da convivência entre as prisioneiras nos garantem que a empatia emergida dentro de cada dormitório e de cada grupo de trabalho encorajou essas mulheres a permanecerem unidas até que Auschwitz fosse libertado e suas vidas fossem devolvidas para sempre.

Olá leitores,

Esse é mais um livro sobre o Holocausto, mas ele não é um livro qualquer… é um relato emocionante de uma das poucas sobreviventes daquele período terrível.

Já li alguns livros sobre o assunto ( Eu sobrevivi ao Holocausto e O Nazista e o Psiquiatra), e apesar de o assunto ser o mesmo, as emoções são diferentes. Cada relato nos passa mais um pouquinho da história e mais um pouquinho do sofrimento que aquelas pessoas passaram.

Rena Kornreich, um polonesa judia, esteve no primeiro transporte para Auschwitz! Ela narra, com detalhes, os piores dias de sua vida. Foram 3 anos e 41 dias de agonia, lutando para sobreviver e para manter sua irmã Danka viva.

“Quando pensamos em uma viagem de trem, imaginamos bancos ou, pelo menos, lugares ou, se a pessoa tem um pouco de dinheiro, talvez uma cabine. É óbvio, porém, que os vagões onde estão nos colocando são para animais – vagões de gado, para ser exata.”

Ao longo da narrativa Rena nos mostra a impiedade dos nazistas e a vontade de viver dos escravos judeus. Foram milhares de situações pelos quais ela e sua irmã passaram… Dias sem comida, sem água, sem dignidade…

“Se a guerra está indo bem para os alemães, de vez em quando recebemos uma fatia de carne na sopa ou em nosso pão. E às vezes as moças mais ortodoxas entre nós trocam sua carne por pão, porque não tocam em carne que não seja kosher. Não sei como podem sobreviver sem carne por muito tempo. No entanto, elas têm algo que eu não tenho; elas têm fé. Não sei onde está meu Deus.”

Em muitos momentos do livro pensei que se eu fosse Rena não teria sobrevivido. Não teria tido a metade da coragem e da inteligência que ela teve para escapar das mais diversas situações.

whatsapp-image-2017-02-16-at-14-15-14

O livro foi escrito por Heather Dune Macadam. Ela ouvia atenta todos os relatos e lembranças de Rena. Esse livro é resultado de seu trabalho incrível como ouvinte e escritora.

Essa é a segunda edição do livro, na qual foram acrescentadas notas de rodapé, tornando a leitura mais enriquecida. Além disso, tem um acervo de fotos pessoas de Rena, sua família e amigos de infância.

Irmãs em Auschwitz é para aqueles que querem se emocionar e entender mais um pouquinho do período da Segunda Guerra.

Recomendo muito!!!

Beijoos

Anúncios

2 comentários em “Resenha: Irmãs em Auschwitz

Olá, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s