S04E11 Vikings

Voltou! Amém! Aleluia! Por Freyja, por Odin!

brisa-qualquer

E eu já inicio com uma daquelas histórias de imaginação, em que você é o aventureiro.

Imagine que você é um rei, tido como um mito ainda em vida, um visionário, temido por todos e simplesmente todos seus planos declinam, no momento em que você é derrotado pelo próprio irmão. Perde o chão, perde a cabeça, “perde” seu grande amor, afinal “power is always dangerous”. Então, sem saber como explicar ou apenas por não saber mais como prosseguir, você desaparece, deixa o reino, família, filhos, muitos filhos rs. Mas chega uma hora que você quer voltar para eles, sua cabeça esfriou, o tempo passou. No entanto, o tempo passa, e passa rápido demais, e você percebe que seus filhos pequenos agora são gigantes. O que você faria? Como explicaria aos seus filhos, amigos, reino que você falhou e que precisava de um tempo?

Nesse episódio, é justamente isso que acontece. Ragnar, depois de anos, volta à Kattegat e encontra a cidade extremamente modificada. O que era um vilarejo, agora era uma cidade com comércio e tudo.

As coisas não são fáceis para Ragnar. Seus filhos já estão crescidos e todos já tem um pensamento formado, sendo que Ragnar só estava na lembrança da maioria como uma lenda que falhou em seu legado.

deixa-eu-ver-meus-filhos-vish-parece-que-eless-nao-me-querem

Mas não esqueça que estamos falando de Ragnar Lothbrok.

Dentro desse contexto de reencontros, fui pego em momentos que me emocionaram. Sinceramente, eu fico emocionado só em ver a evolução dessa série, cada detalhe que me leva a viajar na cultura Viking. Mas as cenas que aconteceram nesse episódio foram fortes em questão de emoção. Parece que eu estava esperando por esses momentos há primaveras. Uma conversa sincera entre Ragnar e Lagertha

Spoilerzinho do bem!

beijoooo

E o reencontro de Ragnar com Floki. Os dois estavam com mágoas há tempos, causadas por ciúmes e pensamentos diversos. Floki é nórdico que preza por seus deuses, em detrimento de quaisquer outras religiões. Ragnar ama o conhecimento e pode até adorar outros modos de vida. No entanto, a amizade dos dois prevalece!

ragnaflo

Outro ponto que eu achei espetacular foi o “treinamento” de Ivar, Ubba, Hvtserk e Sigurd. Isso me lembrou muito os livros das Crônicas Saxônicas que os jovens brincavam no meio da floresta, mas era uma brincadeira sangrenta e ia ficando perigosa, pois sempre um tentava ser mais imponente do que o outro, sendo um pouco… digamos… sem limites. O bagulho era louco.

iva

E para finalizar a análise desse 11° episódio da 4° temporada, eu não poderia deixar de comentar a aparição de Odin. Calma gente, Odin não apareceu realmente na série, mas ninguém tira da minha cabeça que ele mandou seus corvos para salvar Ragnar de uma tentativa estranha para seu histórico na série….

É isso aí Northmen and shieldmaiden, Vikings voltou com tudo! Cada detalhe está ficando cada vez mais impecável.

os-detalhes-da-serie-vikings

 

Anúncios

Olá, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s