O Artífice

15302292_1330470526963989_1876349145_o

Escritor: Tony Ferraz
Editora: Universo dos Livros
Ano: 2014
Págs: 232

Em dias de tempestade, um assassino que mata através de armadilhas extremamente elaboradas vem enganando a policia londrina numa série de crimes inusitados. Haryel Kitten é um detetive inteligente, prático e muito dedicado ao seu trabalho, que agora tem o desafio de desvendar o que há por trás desse mistério.

Mas será que há forças sobrenaturais agindo? Detalhes dos crimes permanecem obscuros, o serial killer, apelidado pela mídia de Artífice, faz com que Haryel trilhe um caminho sem volta. Quanto mais ele se aprofunda na investigação, menos compreende o que está acontecendo.

O detetive fará tudo que estiver ao seu alcance para montar esse quebra-cabeça. Mesmo que sua própria vida corra perigo…

Um Detetive, um Monge e um Assassino…

Quando vi a introdução desse livro sabia que tinha potencial, e realmente eu adivinhei. O Artífice é uma história alucinante, uma escrita fluida e agradável.

Temos na historia o detetive Haryel que tem desempenhado um ótimo trabalho na delegacia na qual trabalha. Junto com seu parceiro Paul, eles vão se deparar em uma investigação que vai marcá-los pelo resto de suas vidas.

Temos também um Monge chamado Cheung Chizu, um senhorzinho muito zen que vai tentar ensinar a arte do Ch’an para o detetive Haryel, pois o assassino que está à solta tem usado essa filosofia para matar.

O livro explica sobre essa Filosofia que achei uma loucura por sinal. Segue abaixo uma frase com traços da filosofia:

-Quando comer, apenas coma, quando andar, apenas ande, quando pensar, apenas pense.

-Continuo sem entender!

-Quando não entender- disse ele fechando a porta. – Apenas não entenda.

Complexo demais isso, hein?! Hahah Mas, apesar da loucura, eu achei muito legal esse tal de Ch’an.

15271405_1330470610297314_448429503_o

Sobre o assassino, o cara é bem misterioso e implacável, não tem misericórdia de ninguém e é muito inteligente e sagaz. Ele segue um padrão para matar e isso alimenta a sua fé de que está fazendo uma grande obra. Sua maneira de matar é engenhosa e certeira, usando mecanismos e engenhocas também para causar dores intensas antes do fim.

Mas não gostei de 2 pontos: O primeiro é que algumas coisas ficaram sem explicações  e eu odeio ler algo e ficar sem respostas. A segunda coisa foi que o fim não foi como eu imaginava. Tipo, para mim, não fez sentindo terminar daquele jeito, porém pode ser um ponto de vista meu. ^^)

Apesar disso não tira de forma nenhuma o mérito de um bom livro, eu realmente recomendo O Artífice. Do autor brasileiro Tony Ferraz. É um livro digno de filme. Muito bom!!!

Anúncios

Olá, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s