Resenha: Sentimento do Mundo

sentimento-do-mundo

Olá leitores,

Carlos Drummond de Andrade nasceu em Itabira-MG no ano de 1902 e faleceu em 1987. Era de uma família abastada e desde de pequeno já se mostrava ser um gênio. Foi expulso da escola por insubordinação mental, ou seja, sempre discordava das ideias de seus professores.

Seu primeiro livro foi Alguma Poesia, 1930 e o dedicou ao amigo Mário de Andrade.

Em 1935 mudou-se para o Rio de Janeiro e foi ser Secretário da Educação e da Cultura.

Sentimento do Mundo é de 1940 e pertence a Segunda Fase do autor e também a Segunda Fase do Modernismo.

A obra é composta de 28 poemas, em que apenas um dele é escrito em prosa.

Drummond se vale de algumas metáforas em seus poemas. Vou falar as mais contantes que ajudarão no entendimento do texto =)

1.Noite: metáfora para medo, autoritarismo, guerra, Estado Novo. Todas essas palavras têm ideia de pessimismo.

2. Aurora: metáfora para esperança, novo dia. Têm ideia de otimismo.

3. Ilha: metáfora para fuga da realidade, causadora de alienação.

drummond-2zrxt8d700h3oo30qhakn4

Os poemas que eu mais gosto são: Sentimento do mundo, Confidências de um Itabirano, Operário no Mar, Morro da Babilônia e Mundo Grande.

Confidências de um Itabirano

Alguns anos vivi em Itabira.

Principalmente nasci em Itabira.

Por isso sou triste, orgulhoso: de ferro.

Noventa por cento de ferro nas calçadas.

Oitenta por cento de ferro nas almas.

E esse alheamento do que na vida é porosidade e

comunicação.

A vontade de amar, que me paralisa o trabalho,

vem de Itabira, de suas noites brancas, sem mulheres e sem horizontes.

E o hábito de sofrer, que tanto me diverte,

é doce herança itabirana.

De Itabira trouxe prendas que ora te ofereço:

este São Benedito do velho santeiro Alfredo Duval;

este couro de anta, estendido no sofá da sala de visitas;

este orgulho, esta cabeça baixa…

Tive ouro, tive gado, tive fazendas.

Hoje sou funcionário público.

Itabira é apenas uma fotografia na parede.

Mas como dói!

O livro é curto (34 páginas), mas requer muita atenção na leitura. É necessário parar e tentar entender as metáforas e o momento pelo qual o autor estava vivendo.

Sendo livro de poesia, eu o considero o mais “difícil” da lista da Fuvest e, por isso, é preciso uma leitura com mais calma.

Eu não preciso nem falar que recomendo né? haha

Beijoos

 

 

 

Anúncios

Um comentário em “Resenha: Sentimento do Mundo

Olá, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s