Resenha: Renato Russo, o filho da Revolução

Renato Russo, o filho da Revolução é um livro Rock’n Roll \0/

Se você gosta de Rock, Punk, História e claro Legião Urbana esse livro é para você

whatsapp-image-2016-10-13-at-08-31-42

Autor: Carlos Marcelo 

Publicação: 2016

Páginas: 439

Editora Planeta

Olá leitores,

Para começar, a capa é maravilhosa. O trabalho de edição ficou muito bem feito e isso já é um ponto positivo =)

whatsapp-image-2016-10-13-at-08-31-42-1

Eu gosto muito muito muito de rock nacional e Legião Urbana está sempre nos meus “tocados recentemente” hahaha

O livro é uma Edição revista ampliada, ou seja, não é mais uma biografia que existe por aí. Essa obra traz todo o contexto histórico pelo qual o Brasil passava e que nos ajudam a entender o pensamento e as atitudes das pessoas e principalmente do Renato Russo.

O autor, com base em muitas pesquisas, referências e conversas com amigos e colegas de Renato Manfredini Junior, narra a construção de um fenômeno nacional… Desde o Aborto Elétrico até a Legião Urbana.

whatsapp-image-2016-10-13-at-08-31-42-2

O protagonista nasceu e cresceu numa época conturbada para o Brasil. Além disso, viveu por anos nos Estados Unidos, onde aprendeu a ter gosto por músicas internacionais, mas especificamente o Rock e o Punk . É por esse motivo que Carlos Marcelo nos contextualiza em todas essas épocas. Esse embasamento histórico não é feito de forma desinteressante. Pelo contrário, a narrativa é sempre fluida e boa.

A biografia foi escrita de forma minuciosa, e é por isso que lemos de forma tão prazerosa. Além disso, Carlos Marcelo não nos conta só a vida de Renato, mas sim de todos os artistas que de forma direta ou indireta passaram por sua vida. São contadas, de forma resumida, a trajetória de Herbert Vianna, Ney Matogrosso, Dinho Ouro Preto, Caetano Veloso, Gilberto Gil e grandes outros artistas das décadas de 60, 70 e 80.

whatsapp-image-2016-10-13-at-08-31-42-3

O livro nos conta como surgiu esse apelido “Renato Russo”; como surgiu o seu gosto por Rock; como Renato descobriu seu dom por compor e cantar… e muito mais.

Uma das coisas que eu achei mais interessante foi o fato de ter a versão completa de “Eduardo e Mônica”, uma das minhas músicas favoritas da Legião.

O livro ainda tem várias sessões de fotos do arquivo pessoal de Renato. Tem fotos dos amigos, das bandas pelo qual ele passou e muito mais.

whatsapp-image-2016-10-13-at-08-35-20

Enfim, a única coisa que tenho para falar sobre esse livro é: Leiam! Vocês não irão se arrepender.

Beijoos

 

Anúncios

4 comentários em “Resenha: Renato Russo, o filho da Revolução

  1. Também tenho esse livro, mas é uma edição mais antiga (de 2009). Sou A-PAI-XO-NA-DA por Legião, mas confesso que não consegui passar das primeiras páginas dessa biografia. Aliás, seu texto me lembrou que eu preciso retomar a leitura… Quem sabe, agora vai, né? Rsrs

    Curtido por 1 pessoa

Olá, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s