Resenha do Conto: Amor

 

clarice-lispector

Olá leitores,

Tenho muita admiração por Clarice Lispector. Seus livros, contos, peças são um mais fascinante que o outro.

Clarice nasceu na Ucrânia em 1920. Mudou-se com a família para o Brasil em 1922. Morou por quase 10 anos em Pernambuco e só em 1934 mudou-se para o Rio de Janeiro. Desde de cedo, Clarice já apontava o gosto pela leitura. Mesmo pequena escrevia alguns contos. Ao chegar na província do Rio de Janeiro teve contato com os trabalhos de Rachel de Queiroz, Machado de Assis, Eça de Queiroz, Graciliano Ramos, Jorge Amado, Dostoiévski e Júlio Diniz. Bela influência!!!

Clarice possui uma temática psicológica. Tem uma atmosfera introspectiva e por isso constrói para seus personagens um monólogo interior. Essa técnica permite que a autora expresse seus pensamentos e sentimentos através de seus personagens. Clarice usa muito a Epifania que é a fusão da autora e da personagem, revelação da vida.

clarice

Falando do conto…

O conto Amor está presente no livro Laços de Família, publicado em 1960. Esse foi o primeiro livro de contos da autora.

A protagonista é Ana, uma mulher comum. Casada, mãe de dois filhos que estão crescendo. Leva uma vida rotineira: costura, limpa todas as manhãs os móveis empoeirados “como se voltassem arrependidos”.

O conto começa com Ana indo ao mercado e do bonde vê um homem cego mascando chiclete e sorrido. Ana passa a observar a desordem do mundo.Sente-se estranha por nunca ter observado tal mundo! Percebe que vive em um casulo-mundo (seu apartamento), onde é útil para o marido e para os filhos.

Quando o bonde começa a andar Ana dá um grito. Esse grito foi uma reação ao que sentiu vendo o cego sendo feliz na escuridão. A protagonista mostra uma expressão no rosto que há muito tempo não via.

Nesse conto há uma reflexão extrema na forma de devaneios.

Ana desce na parada errada: No Jardim Botânico. E pensa que como é que aquele mundo que possuía tantos frutos não alimentava as milhões de crianças com fome!!

Esse conto é curtinho, porém traz uma série de reflexões. Entender a autora, seu estilo, a projeção de si que faz em seus personagens é fundamental para entendimento do livro, em especial ao conto.

Clarice escreve de forma simples e de fácil entendimento, no entanto sua obra é rica e possui altíssima qualidade.

Clique aqui e assista a última entrevista de Clarice Lispector

Não preciso nem falar que recomendo muito né?

Brasil_Clarice-Lispector

Beijoos.

Anúncios

Um comentário em “Resenha do Conto: Amor

  1. Olá!
    Gosto muito da Clarice de suas obras. Participo de um projeto chamado Lendo Clarice, é bem legal, embora eu tenha lido apenas um para o projeto (mas já li outros antes). O conto Amor é excelente, mas do livro Laços de Família o conto O Búfalo é o meu favorito ♥
    Você já leu um conto dela chamado O ovo e a galinha? Esse conto me fascina pois não consigo entender nada! hahahahhaah
    Abraços

    Curtir

Olá, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s