O Trono do Sol – A magia da Alvorada – S.L Farrel

trono-1

Sinopse

Nessântico – terra de luxúria e perigos, que durante séculos influenciou povos além de suas fronteiras. Uma cidade forte, sedutora, e que mesmo sob o efeito do comércio e da guerra abriga intelectuais, ricos e poderosos de todo o país. Um lugar muito invejado, e por isso as coisas estão prestes a mudar. Governada por Marguerite ca’Ludovici, que agora prepara-se para celebrar seu Jubileu e passar o seu legado para seu filho Justi, enquanto Jan ca’Vörl, um poderoso nobre, tenta armar uma rebelião. Archigos Dhosti ca’Millac, líder da Fé de Concénzia e aliado de Marguerite, luta para controlar fundamentalistas como Orlandi ca’Cellibrecca , enquanto eles clamam por uma ação contra aqueles que insistem em afirmar que a magia não está ligada à fé em Cénzi. Presa no meio desta disputa por poder está a jovem sacerdotisa Ana co’Seranta, cuja impressionante habilidade com a magia a torna um peão na luta pelo poder.
O trono do Sol é uma trama onde o elenco ativo é um fascínio imenso, muitos dos quais se alternam na narrativa. Leitores que apreciam a construção de um mundo de intriga e ação mergulharão nesta história rica e complexa.

“Política, guerra, religião e feitiçaria e em um mundo repleto de imaginação. Um lugar fascinante, e que estou ancioso para visitar de novo”

Sabe quem é o dono dessa frase? Ninguém mais, ninguém menos do que o titio George R.R Martin. Sim, meu caro amigo, é com essa maravilhosa indicação que começamos o nosso papo de hoje.

O Trono do Sol: A Magia da Alvorada  é do autor S. L. Farrell e foi lançado aqui no Brasil pela editora Leya, a mesma editora de Martin e seus grandes sucessos. Não é á toa que ambas as histórias sejam de tirar o fôlego.

Começamos mergulhando de cabeça num mundo novo aonde tudo lembra muito a nossa realidade e ao mesmo tempo nos deixa confusos. Essa é Nessântico!

Nessântico nasce como uma cidade insular, as margens do A’Sele e se torna cada vez mais poderosa e grande com o passar do tempo, conquistando cidades vizinhas e ampliando seus domínios e fronteiras. O legal é observar que o autor compara Nessântico o tempo todo com uma mulher em diferentes fases de sua vida, o que nos ajuda a entender os “sentimentos” que regem essa grande potência.

Talvez por mera coincidência, Nessântico segue uma linhagem de sociedade matriarcal, e é regida, até então, pela Kraljica Marguerite ca’ludovici, governante à longos 50 anos, e que está prestes a passar seu posto para seu filho, o A’Kralji Justi, na festa de seu Jubileu.

Espera um minuto…

Kraljica? A’ Kralji? Oi?

Esse é um dos incríveis detalhes que fazem da obra de Farrell uma brincadeira deliciosa e tentadora.

O autor criou uma espécie de “mini dicionário” repleto de expressões únicas de Nessântico, presentes em todo o livro, e até que você se acostume em chamar a Imperatriz de Kraljica e o jovem Imperador de A’Kralji, é uma boa ideia manter o glossário (que pode ser destacado) pertinho de você. Algumas outras expressões como Archigo, A’téni e Ilmodo vão estar sempre rondando as páginas do livro e num piscar de olhos elas se tornam parte do vocabulário.

Mas não é só de governantes e palavras estranhas que vive Nessântico. A fé é um elemento fixo do início ao fim do livro. A fé concéziana, baseada nos princípios deixados por Cénzi, o Criador, tem tanto poder quanto o próprio Trono do Sol aonde se senta Marguerite. O papa, (ou Archigo, como é chamado pelos nessânticos) tem grande influência e prestígio na nação, chegando a ser conselheiro pessoal da própria Kraljica.

E como Farrel não queria que nenhum elemento ficasse faltando em sua obra, ele uniu duas grandes forças da ficção em um só conceito e criou o Ilmodo. Segundo a fé concéziana, o Ilmodo é a energia divina proveniente de Cénzi e aqueles que são fiéis, devotos e treinados a receber esse dom podem manipular tal poder e transformá-lo em magia. O treinamento dos acólitos é rígido e seletivo e os que são capaz de manejar o ilmodo o usam apenas a favor da igreja. O encantador é que para usar o poder e Cénzi os acólitos precisam cantar. Isso mesmo, os cânticos são a forma de dominar o fluxo de força e direcionar os feitiços para os propósitos corretos. Fé e magia andando juntas!

Mas existe também aqueles que são contra os princípios de Cénzi, sim, são os rebeldes Numetodos, que acreditam que o mesmo poder manipulado pelos A’ténis treinados podem sim ser manipulados por aqueles que não tem fé alguma e por isso são caçados e mortos em várias partes de Nessântico como hereges, mas sempre buscando a aceitação e convívio com a sociedade.

Durante nossa viagem pela bela cidade mulher, nos deparamos com personagens tão sinceros e reais que é quase impossível não se apaixonar. Ana Co’Seranta, a jovem acólita que nos leva a conhecer Nessântico, é tão poderosa quanto pode imaginar e se vê como principal arma no meio de tramas secretas que buscam derrubar o atual Archigo e reconstruir a fé.

O clímax do livro acontece durante a guerra que encerra o primeiro livro e deixa o caminho aberto para o próximo volume. Nela, Ténis e Numetodos tem que trabalhar juntos em nome do bem estar da nação e salvar a velha cidade dos invasores firenczianos, mesmo que isso signifique um rompimento decisivo na base da sociedade que tende a mudar toda a Nessântico.

Com uma leitura fácil, envolvente e, infelizmente, dotada de alguns erros críticos tanto gramaticais quanto sequenciais, A magia da Alvorada é uma experiência mágica o suficiente para te encantar e te fazer carimbar o passaporte direto para Nessântico.

E não se esqueça de logo em seguida embarcar em A magia do Anoitecer, o livro dois dessa saga e descobrir o que te espera depois da guerra.

E que Cénzi nos ajude!

Vai uma dica?

Enquanto passeia com Ana e seus A’ténis, escute London Grammar – If You Wait. O álbum tem o toque mágico que você precisa para encontrar os detalhes escondidos nas palavras de Farrel. London Grammar é um trio de trip hop britânico formado por Hannah Reid, Dan Rothman e Dominic ‘Dot’ Major.

Anúncios

Olá, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s