Sonho Febril

12064313_10153781991241349_544270123_n

Fevre Dream (Sonho Febril) foi publicado em 1982 e lançado aqui no Brasil pela Leya em 2015.  É um livro épico, tempo de embarcações, navios, passado nos EUA em meados da Guerra de Secessão. O escritor George Martin realmente se aventurou no universo dos navios. Mas, pensando assim, parece um livro calmo, de navios, mar, correntezas, no entanto o livro é taxado de terror, vampiros, mortos vivos.

Sim, o livro é um terror passado em alto mar. Abner Marsh, o capitão, é convidado por Joshua York, “rico e sinistro aristocrata”, para ser capitão em um barco de seus sonhos. Marsh que iria pensar em todo o design do barco, tendo verbas sem fim. Isso teria apenas uma condição, Abner não poderia fazer perguntas, Joshua tinha hábitos estranhos e tinha ciência de que as pessoas perguntam demais. Marsh, a principio, não gostou da ideia, mas quando viu um quarto cheio de ouro e pensou em tudo que ele poderia fazer, ele aceitou o pedido.

Após um tempo que Abner estava trabalhando no barco, o Fevre Dream fica pronto, com tudo do melhor: prataria, espelhos imensos, um vapor exuberante, um dos maiores que Abner já havia visto. Então eles começam a jornada, e as esquisitices de Joshua começam a perturbar Marsh, perturbar de maneira que ele não poderia se conter. O que Joshua York seria? Algo não humano? Vampiro? Ou seriam apenas superstições?

12165822_10153781991591349_133847961_n

A história também se passa em outro cenário, em uma fazenda, com pessoas muito estranhas, que não costumam sair no sol. Muitos contam histórias terríveis daquele lugar. E o legal é que as duas histórias se batem, se tornando apenas uma. E assim os maiores conflitos começam. Conflitos de ideais. No outro cenário, Joshua e Marsh, e nesse Julian, eu tenho medo dele hahaa e seu serviçal(faz tudo) Sour Billy Tipton.

O livro é diferente em questão de detalhes, parece que já é uma característica do Martin, mas  nessa história é impressionante. O autor passa em torno de uma página descrevendo os olhos de Joshua “…os olhos de York eram cinza, impressionantemente escuros num rosto tão pálido…”. Os cenários são coisas descritas com uma classe interessante, consegue criar um ambiente “dark”. O sangue que é derrubado nesse livro não se torna apenas um sangue que é derrubado em uma história comum, é algo com vida, intenso. A narração é sombria, assim como os personagens, eu diria até um pouco pesado.

12064413_10153781991696349_1409873811_n

O livro tem o cenário tão detalhado que, por um lado ruim, eu acredito que a história em si pecou um pouco em questão de ser envolvente, talvez seja algo comigo, eu senti um pouco a falta de me envolver com os personagens e com a história, achei que faltou mais pontos de clímax.

O livro é muito bem feito, é algo que você sente o cenário sombrio e consegue se imaginar dentro dele, só fiz a análise de que a história em si poderia ser um pouco mais envolvente, mas isso é questão de gosto, acho difícil um mesmo livro atingir duas pessoas diferentes de um mesmo modo. Então, eu indico ele!! *o*

12166542_10153781991556349_1715280413_n

 

Agradecemos a editora Leya por ter nos dado o livro \o/

Anúncios

3 comentários em “Sonho Febril

Olá, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s