Resenha: Delirium

11121637_935272386534041_1690218396_n

Esse com certeza foi um dos melhores livros brasileiros que eu já li, e o melhor sendo de contos, trazendo várias emoções diferentes a cada página que eu virava!
Vendo assim só pela capa não pensava que o livro era composto por contos, mas quando eu abri, vi que eram várias histórias, confesso que não era muito fã de contos, porque todos que já tinha lido, a linguagem era difícil e as histórias ficavam pesadas e confusas. O autor (Carlos Patricio) fez completamente o oposto, ele trouxe uma leitura fácil e histórias literalmente delirantes, que fizessem com que eu não parasse de lê-lo.
As histórias são muito diferentes uma das outras, porém, os personagens levam consigo algo em comum, o medo. No total são oito contos, alguns curtos e outros longos.

11857697_935272363200710_119039044_n

O primeiro conto, “Doutor sádico”, leva o leitor para uma história impressionante, contando dois lados, o lado de um psicopata e o lado de uma vítima dele. O conto flui no estilo “flash back” mostrando desde a infância de um criminoso e logo voltando para um dia comum de uma futura vítima. Com citações de vários outros criminosos, como Hitler, realmente me fez tentar entender o que se passa na cabeça de um psicopata.

11850844_935297616531518_1522824015_n

Meu conto preferido foi o “Truco”, ele é bem curtinho, mas com um final surreal  que me deixou de boca aberta! O conto relata a noite de jovens amigos jogando truco e bebendo, quando ocorre um assalto no local… Eu interpretei que o medo pode confundir nossa mente e fazer com que agimos por impulso.

11896915_935297593198187_544015804_n

O “Agoniado” mostra um homem doente com sérios problemas de ansiedade, o que não fez eu entender muito bem, por ter sido breve demais. Quanto mais eu lia mais aflita eu ficava com a situação em que o personagem estava passando.

11896949_935272353200711_1562663522_n

O quarto conto deste livro é basicamente sobre fofoca, o “telefone sem fio” fala sobre confiança, amizade e traição. Mostrando de uma forma como todos se relacionam atualmente. Esse teve o pior final que eu já li, me deixou muito triste e sem reação!

11855321_935293709865242_1308086726_n

“As questões de todas as questões” mostra sobre como a religião é algo díficil de ser discutido, que trouxe para mim, uma breve reflexão; “O outro mundo de henrique” é basicamente o relato de um garoto que tem o costume de fugir de seus problemas para um mundo próprio, criado por ele, onde tudo é possível, ; “Pouco antes da virada” é um poema *-* sobre o medo da morte, trazendo para o leitor uma agonia; E o “Lindos sonhos dourados” relata a vida de um garoto com problemas familiares e seu dia a dia vivendo várias aventuras, eu achei que esse foi o conto mais divertido.

Como vocês podem ver, o livro é cheio de ilustrações, o que deixou ele lindo, recomendadíssimo!

Anúncios

2 comentários em “Resenha: Delirium

Olá, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s