Uma breve história do mundo

11749267_604932379609863_721341600_n (1)Se o lema do blog Mais um leitor é “Para quem gosta de boas histórias”, o que dizer da história do mundo? *-*

Para iniciar, é claro que, se o ideal do livro fosse detalhar a história do mundo, eu não conseguiria imaginar quantas páginas deveriam ter ou quantas pessoas teriam que trabalhar nele, então eu acredito que o nome dele em inglês dá um pouco mais a intuição do que se deve esperar do livro, como “A very short history of the world”, mesmo embora que nesse caso o termo “breve” parece se encaixar mais em um título de livro, sem perder o significado, enfim, só para reforçar que não se deve esperar conhecer profundamente sobre os gregos por exemplo com a leitura.

Mas… o que se deve esperar?

11778113_10153582812731349_1172975758_n

Uma ÓTIMA leitura, nada cansativa, aprender muita coisa nova, sobre culturas diferentes, cronologicamente desde os primeiros humanos que habitavam a leste da África, um pouco sobre a expansão das religiões, dos GREGOS (haha), do Império Romano, da China… Realmente, é um contexto geral dos momentos mais marcantes do que aconteceu no mundo; viaja-se em conhecimento. Além de que, é um ótimo ponto de partida para quem querer se aventurar a conhecer um momento que ficou na história, por exemplo a passagem do nomadismo para o sedentarismo, em que se pode pensar quais foram os motivos que fizeram a levar os seres humanos se organizarem em um espaço, o porquê de, mesmo depois da descoberta da agricultura, alguns grupos continuaram nômades, pois, como exemplo, o livro disserta sobre a questão dos grupos unidos terem uma certa vantagem aos que vagavam dispersos em relação as batalhas e também que, quando eram nômades não se podia fazer reuniões com muitas pessoas -é claro que “muitas pessoas”, naquela época, não eram um número considerável para visão dos dias de hoje)- por muito tempo, pois não iria haver comida suficiente, mas ser nômade era interessante, bastante aventura, era legal caçar, para alguns. Assim como conhecer o Império Romano e saber o motivo dele ter permanecido tão forte por tanto tempo. Portanto, acredito que o escritor, além de querer passar um contexto geral da história do mundo, quando escreveu o livro, queria plantar um entusiasmo nos leitores de também conhecer um pouco mais de algum evento marcado na história, e também por isso tem a linguagem de fácil acesso.

11721823_10153582813326349_2035459241_n

Prof Geoffrey Blainey: “Professor da Universidade de Harvard e da Universidade de Melbourne, recebeu em Nova York o Internacional Britannia Awards pelo seu excelente trabalho na disseminação do conhecimento em favor da humanidade. Foi membro de diversas comissões de relações internacionais. É um brilhante historiador, reconhecido pela forma elegante e envolvente de expor temas complexos, e autor de mais de 32 livros, sendo Uma Breve História do Mundo um best-seller na Inglaterra e nos Estados Unidos”. 

Anúncios

Olá, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s