Resenha: Geek Girl

Se existisse um Oscar para melhor livro de comédia romântica, esse livro levaria todas as estatuetas!

11310952_10153451447186349_1975635951_n

Sinopse:  “Meu nome é Harriet Manners e sou uma geek.” Harriet Manners tem 15 anos e sabe tudo… sobre quase tudo. Ela só não sabe porque ninguém na escola parece gostar dela – especialmente sua arqui-inimiga Alexa, que adora humilhá-la todos os dias. Harriet só queria que sua vida fosse diferente… Quando Nat, sua melhor amiga, a arrasta para fazer compras num evento badalado, Harriet é descoberta por uma agência de modelos. É a grande chance de recomeçar! Mas tem um pequeno detalhe: Harriet não conhece nada sobre moda. Na verdade, ela não “Dá a mínima para a moda”. E, claro, tem a Nat, que é linda, fashionista e sempre quis ser modelo. Seria como roubar o sonho da sua melhor amiga, não é? Harriet decide fazer uma sessão de fotos com o famoso – e incrivelmente lindo! – Nick, mas esconde a verdade e mente para as pessoas que ama. O que ela não esperava é que no dia seguinte essas fotos fossem estar nas capas de todas as revistas de moda! Em meio a muitas confusões, Harriet descobre que ser modelo não é nada fácil… Afinal de contas, também existem “Alexas” nas passarelas. Será que Harriet vai gostar do mundo da moda? Ou melhor, será que o mundo da moda vai gostar dela?

Hilário! O livro mais engraçado que eu já li em 2015.

11267266_10153451447211349_1381556387_n

Bom, nesse livro vemos a história de Harriet. E como ela mesma diz, ela é Geek, ama estudar e descobrir coisas novas, não liga pra moda, não tem muitos amigos e não é nada popular na escola.

11328777_10153451447181349_55971154_n

Harriet está enfrentando alguns problemas com bullying, na verdade ela sempre enfrentou, mas agora além das coisas terem ficado um pouco mais pesadas, ela acha que perdeu o apoio de Nat, sua única amiga.

“..finalmente, chegamos ás portas do destino de Nat. Eu me sinto um pouco como Sam em O Senhor dos Anéis, logo antes de Frodo jogar o anel no fogo da fenda da Montanha da Perdição. Só que de um jeito mais mágico e positivo. E com os pés um pouco menos peludos.”

11271932_10153451447171349_2071159118_n

Bom deixa eu explicar melhor, o sonho da Nat é ser modelo, mas é Harriet que é escolhida por uma mega agencia de modelos.

E sim, ela aceita entrar nessa aventura.

“É a primeira e única regra. A mágica vem quando você não está procurando por ela.”

11350291_10153451447161349_470988105_n

Todos os personagens desse livro são muito bem trabalhados e tem fortes características, que os definem muito bem, e na minha opinião se encaixam muito com a vida real.

Um exemplo o pai da Harriet, ele é publicitário, eu morri de rir com ele porque a maioria dos futuros publicitários que eu conheço são assim (meio doidos sabe? kk’).
Ou própria Harriet, que não conseguia se conter e sempre sai falando um monte de coisas (ao me ver muito interessantes) inteligentes. No livro a maioria das pessoas vê isso como uma forma de “se achar” sendo que na verdade ela só está querendo compartilhar o conhecimento…
Isso entre várias outras coisas trazem mais realismo para o livro, que é leve, engraçado, e claro que eu super indico!

#euindico

Obs.: Esse livro é daqueles que você pega e só larga quando termina de ler. Eu li em 7 horas e acho que as pessoas do bus ainda devem estar achando que sou louca por ficar rindo sozinha com esse livro.

Anúncios

2 comentários em “Resenha: Geek Girl

Olá, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s