Resenha: A garota que eu quero

“Sei, sem a menor dúvida, que derramaria sangue por qualquer um da minha família.
Em qualquer lugar.
A qualquer hora.
Meu melhor amigo é Rube.
Já Steve, por outro lado, tem muitos amigos , mas não derramaria sangue por nenhum deles, porque não confia que fariam o mesmo por ele. Nesse sentido, ele é tão sozinho quanto eu.
Ele é sozinho.
Eu sou sozinho.”

Pág.20

Cadê os românticos de plantão?

11149106_10153380430166349_239726541_nSinopse:  Cameron Wolfe é o caçula de três irmãos, e o mais quieto da família. Não é nada parecido com Steve, o irmão mais velho e astro do futebol, nem com Rube, o do meio, cheio de charme e coragem e que a cada semana está com uma garota nova.
Cameron daria tudo para se aproximar de uma garota daquelas, para amá-la e tratá-la bem, e gosta especialmente da mais recente namorada de Rube, Octavia, com suas ideias brilhantes e olhos verde-mar. Cameron e Rube sempre foram leais um com o outro, mas isso é colocado à prova quando Cam se apaixona por Octavia. Mas por que alguém como ela se interessaria por um perdedor como ele? Octavia, porém, sabe que Cameron é mais interessante do que pensa. Talvez ele tenha algo a dizer, e talvez suas palavras mudem tudo: as vitórias, os amores, as derrotas, a família Wolfe e até ele mesmo.

Em primeiro lugar devo admitir que comprei esse livro pelo preço. Ele estava na promoção (R$ 6,90) eu já tinha recebido muitas fotos dele no insta e pensei “ah, deve ser bom” e adivinhem? Fiz um bom negócio \o/ kkkkk’
11185455_10153380430211349_1647005415_n

Pra mim o começo do livro foi meio difícil, sabe acho que todos nós gostamos de ver histórias inspiradoras e motivadoras, onde o personagem principal é um herói, forte e decidido. Cam não é assim, ele é sensível, romântico, meio pervertido kkk’ mas está em busca de algo, que nem ele mesmo sabe o que é…

11180269_10153380430291349_1562412125_n

E é engraçado como uma pessoa pode mudar tudo na vida de alguém, Markus Zusak mostrou isso muito bem, Cam começa a crescer bem mais depois que Octavia surge na vida dele.

“Digo, os seres humanos cerram as mãos em punhos. Usam-nas para ferir uns aos outros e para roubar coisas.
Quando os humanos batem palmas, é o único momento em que se unem para aplaudir outros seres humanos.”

É um livro bem emocionante e eu super indico!

#euindico

“…e às vezes acho que não somos pessoas, na verdade. Talvez sejamos momentos.
Momentos de fraqueza, de força.
Momentos de salvação, de tudo.”

11160484_10153380430136349_274310131_n

Obs.: Esse livro faz parte de uma trilogia no qual você podia começar pelo terceiro ou pelo segundo e mesmo assim isso não iria interferir na história. Mas, o que eu não sabia é que esse era o último livro. A ordem correta é O Azarão; Bom de Briga e por último A garota que eu quero.

Vou ler os outros dois, e vou comentando aqui se realmente a ordem dos livros não importa.

Anúncios

4 comentários em “Resenha: A garota que eu quero

Olá, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s