Resenha: Ruína e Ascensão

Último livro da trilogia Grisha

 11079276_10153271677251349_1488946165_n

Ação.
Aventura.
Em um cenário devastador.

11079047_10153271674766349_140073002_n

Sinopse:  A capital está em ruínas. O Darkling governa Ravka de seu trono de sombras. O destino da nação parece estar nas mãos de uma Conjuradora do Sol enfraquecida, de um rastreador sem forças e do que resta do que outrora foi um grande exército mágico.  Oculta nas profundezas de uma antiga rede de túneis e cavernas, Alina está fragilizada e deve se submeter à duvidosa proteção do Apparat e de fanáticos que a adoram como uma santa. No entanto, sua esperança está em outro lugar e seus planos exigem que ela recupere as forças para sair dali o mais rápido possível. Para isso, terá de forjar novas alianças e deixar de lado as velhas rivalidades como Maly para encontrar o último dos amplificadores de Morozova. Porém, quando começa a desvendar os segredos do Darkling, ela descobrirá um passado que vai alterar para sempre a sua compreensão do vínculo que eles compartilham. O pássaro de fogo é a única coisa que separa Ravka da destruição, mas ele pode custar à Alina o próprio futuro pelo qual ela sempre lutou.

11078006_10153271675781349_1230106352_n

Esse livro tem muitas revelações, que finalmente encaixam a história e faz você compreender melhor o que é cada amplificador, e o porque do Darkling ser tão doido… Enfim, sem muito romance e com muita tensão, vemos o desenrolar dessa história.

11056670_10153271746256349_1552373477_n

Na minha opinião o primeiro livro foi o melhor e o segundo foi o mais chatinho, esse terceiro livro ficou no meio termo.

Sem Título-1

Bom vou explicar, no primeiro livro Alina surge como uma conjuradora do Sol, ela ainda não sabe muito das coisas, afinal de contas, é um mundo novo que antes era inalcançável pra ela e finalmente abriu as portas, a recebendo de braços abertos.

11081377_10153271673166349_448555898_n

Mas, no decorrer dos próximos livros vemos uma protagonista que não se esforça, acho que isso foi o que mais me irritou e eu só percebi agora no último livro. Alina não treina sozinha, não tenta descobrir coisas novas com o seu dom, pra ela é mais interessante buscar amplificadores que lhe darão acesso mais “rápido” ao poder que ela deveria adquirir treinando, ou se esconder, fugir, e não enfrentar o destino que claramente foi traçado para ela.

11074787_10153271672111349_1171364510_n

É isso, acho que meu problema é pessoal com a Alina kkkkk’
Mas fora isso, essa trilogia é ótima, com muita ação e um final eletrizante, sem deixar nenhuma ponta solta.

#euindico

Anúncios

Um comentário em “Resenha: Ruína e Ascensão

Olá, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s