Resenha: A Menina que tinha Dons

Devo dizer, que foi meio difícil ler esse livro.

Sinopse: Cultuado autor de quadrinhos e roteiros da Marvel e da DC Comics, entre eles algumas das mais elogiadas histórias de X-Men e O Quarteto Fantástico, o britânico M. R. Carey apresenta uma trama original e emocionante em sua estreia como romancista com A menina que tinha dons, lançamento do selo Fábrica231. Aclamado pela crítica, o livro se tornou um bestseller imediato na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos ao contar a história de Melanie, uma menina superdotada que faz parte de um grupo de crianças portadoras de um vírus que se espalhou pela Terra e que são a única esperança de reverter os efeitos dessa terrível praga sobre a humanidade. Uma comovente história sobre amor, perda e companheirismo encenada num futuro distópico.

 10947480_10153133265661349_139534585_n Difícil porque a história é um tanto pesada.

Melanie é uma criança, uma criança que é tratada de foma desumana. No começo do livro eu não conseguia parar de pensar “Meu Deus, porque estão fazendo isso com ela? Porque tratam ela desse jeito?”, claro que depois eu descobri o motivo de tudo isso, a própria Melanie também descobre.

Enfim, a história é muito boa, mas não sei porque ela não conseguiu me prender.
O livro está em terceira pessoa, e vai alterando de acordo com os personagens, mas no começo só temos o relato da Melanie.

10949744_10153133265696349_273754191_n

“Nem todo dom é uma benção”

M. R. Carey vai muito além de um simples futuro apocalíptico, ele mostra como todo ser humano, pode se tornar um monstro, se perder em suas ambições, e uma das coisas que eu adorei em A menina que tinha dons foi o fato dele mostrar o que acontece com crianças que cresceram sozinhas, e com isso não desenvolveram nem a fala.

10937505_10153133265721349_384527386_n

Afinal de contas, nós só sabemos das coisas porque alguém nós ensinou, ou nós mesmos vimos/ pesquisamos.
O mundo pode ser enorme, ou se resumir em uma bolha, e tudo isso vária de pessoa para pessoa.

#euindico

Anúncios

3 comentários em “Resenha: A Menina que tinha Dons

  1. Nossa a história pareceu intrigante, eu não costumo gostar muito de livros com crianças mas fiquei curiosa ao ler sua resenha.
    Essa coisa de livros que não nos prendem é bem comum, eu passo por isso direto mas não desisto nunca rsrsrs’
    Beijooos
    Mari

    Curtido por 1 pessoa

Olá, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s