Resenha: Os Forasteiros

Os Forasteiros – Deuses e Guerreiros. Michelle Paver

Os deuses existem.
A magia é real.
Alguém quer Hylas morto,
e ele não sabe por quê.

Sinopse: Hylas tem uma rotina pacata: vive com a irmã e pastoreia cabras nas montanhas. Até o dia em que os dois são atacados por homens com armaduras e lanças de bronze, a pele escondida por uma camada escura de cinzas. Hylas escapa, mas a irmã desaparece. Agora ele precisa lutar pela própria vida, fugindo dos guerreiros, e fazer de tudo para encontrá-la.

Para vencer os diversos desafios que o esperam, seus únicos aliados são Pirra, a filha rebelde da Sacerdotisa Suprema, e um golfinho chamado Espírito. Os guerreiros, com suas armaduras negras, seguem incansáveis na busca por Hylas. Mas por que estão caçando o menino? E como ele sobreviverá?

 Os forasteiros é o primeiro volume da série Deuses e guerreiros, que se passa na Idade do Bronze.

Ficção; Aventura| 304 páginas |  Editora Intriseca|
Autora: Michelle Paver  | Publicado em 2014 |Classificação 5/5 | Compre & Compare Fnac Livraria da Folha

Esse livro me surpreendeu. Sério.
Eu pensei “Ah deve ser legalzinho…” ai comecei a ler e não consegui mais largar! Eu simplesmente ameeei a história, li tudo em 5 horas haha’

Como está escrito na sinopse, o livro ocorre na Idade do Bronze, tá, ok, mas o que é isso?

Eu não sabia desse período histórico que ocorreu na Grécia antes do surgimento dos deuses gregos e tudo mais, existem poucos registros sobre esses povos que ali habitavam, e a autora Michelle Paver teve de fazer pesquisas e vivenciar algumas coisas antes de escrever o livro (no final ela deixa uma nota explicando tudo isso, é bem interessante).

livro os forasteiros

Bom voltando a história do livro, ele já começa com ação, Hylas de 12 anos ferido e fugindo, seu cachorro tinha acabado de morrer e sua irmã estava desaparecida. Mas, nosso protagonista é forte e determinado, ele é um sobrevivente em todos os aspectos, o que o torna um pouco fechado..

Enfim, Hylas acaba tendo que fugir de seu país (mesmo que isso tenha acontecido sem querer) e em meio a essa jornada ele faz amizade com um golfinho e com a filha da Sacerdotisa Suprema, Pirra.

DSC_0580

No começo você demora um pouco para entender, os costumes e crenças daquele povo antigo que faziam oferendas frequentemente, e que acreditavam em deuses com o Tremeterra (=terremoto). Mas depois a leitura flui rápido e o livro é pequeno da para ler em um dia. Uma das coisas que eu mais gostei desse livro é que vemos a história de todos os ângulos, até do golfinho hahaha’

#Superindico os Forasteiros! E  estou louca para ler o próximo livro *-*

Atualização nov/2017 – O segundo livro infelizmente não foi lançado, aguardando alguma posição da editora.

Anúncios

3 comentários em “Resenha: Os Forasteiros

Olá, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s