Resenha – Cidades de Papel

DSCN1216
Sinopse:
 Quentin Jacobsen tem uma paixão platônica pela magnífica vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman. Até que em um cinco de maio que poderia ter sido outro dia qualquer, ela invade sua vida pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita.
Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola e então descobre que o paradeiro da sempre enigmática Margo é agora um mistério. No entanto, ele logo encontra pistas e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele achava que conhecia. 

DSCN1232Bom a historia gira em torno de Q e Margo.
E quando ela some, Q inicia uma mega investigação para tentar encontra-la. E o livro todo é isso Q buscando pistas e indícios de onde Margo estava/está. Isso  acaba virando uma obsessão para o personagem, conseguimos ver isso nitidamente, pois ele não quer fazer mais nada, ele não se interessa por mais nada, só pensa em encontra-la novamente.

Ai você pensa, pô que tédio esse livro então.
Mas não, John Green consegue deixar a historia interessante, utilizando o humor e suspense, fazendo com que você não pare de ler até que Margo apareça novamente.

O livro trás diversas reflexões de como as pessoas vivem. O fato de muita gente pensar só no futuro, e esquecer de viver presente. E também as famosas modinhas, coisas que as pessoas fazem em busca de status… enfim pessoas de papel.

Anúncios

Um comentário em “Resenha – Cidades de Papel

Olá, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s