Resenha: Ferinos – O encantador de corvos

0 Flares 0 Flares ×

“Abandonado pelos pais. Criado por corvos. Caçado pela escuridão”

Sinopse: Abandonado pelos pais quando tinha apenas 5 anos, Caw sobrevive sozinho numa cidade governada pelo crime. Mas ele não está desamparado: é o último representante da linhagem dos ferinos de corvos e tem o poder de comandar e conversar com as soturnas aves. Caw vive escondido em um ninho, no alto de uma árvore, no parque da cidade de Blackstone, até que uma fuga na prisão local o força a se revelar aos humanos… E à Lydia, a filha do diretor do presídio. Juntos descobrem que os fugitivos também são ferinos que planejam trazer seu temido líder, o Mestre da Seda, de volta da Terra dos Mortos. Para impedi-los, Caw e Lydia precisam encontrar os ferinos que se escondem pela cidade e convencê-los a mais uma vez lutar pelas forças do bem.

Ficção, Romance, Aventura & Fantasia, Animais / 256 Paginas / Galera Record / Autor Jacob Grey / Publicado em 2017 /  Classificação 4/5 / Compre & Compare Fnac Livraria da Folha

Uma história interessante, talvez se não fosse tão curta, poderia ser épica.

Em Ferinos acompanhamos o garoto Caw, que mora em um ninho no alto de uma árvore, no meio de um parque, com seus três amigos corvos – detalhe: um deles é albino e sego –
Como não teve muito contato com humanos, devido a acontecimentos quando era uma criança, Caw e seus companheiro preferem ficar sozinhos a maior parte do tempo.

Mas como em toda jornada do herói, algumas reviravoltas o forçam a se mostrar para alguns humanos, um desses humanos é seu “crush”, Lydia, que o ajuda em sua jornada de autoconhecimento e descobertas.
Outros personagens que merecem destaque são os três prisioneiros que escapam do presídio – quem constrói um presídio do lado de um parque? – os três terão um papel significativo nas descobertas de Caw e Lydia.

A trama não é muito interessante, mas os personagens e o estilo de magia compensam isso.

Alguns personagens são muito bem trabalhados e te fazem querer saber mais sobre ele, um exemplo disso são os corvos que acompanham Caw, embora sirvam na maior parte do tempo de alivio cômico, os três corvos tem uma história e segredos que não podem contar por causa de seu antigo mestre ferino de corvos. O método dos ferinos te faz lembrar um pouco dos “wargs” de “GOT”, mas para ai, pois o sistema dos ferinos é algo muito mais mágico e sobrenatural, tendo uma ótima explicação para alguns acontecimentos e para outros nem tanto.

Tenho grandes expectativas em relação a esta trilogia, creio que ainda existe muito o que ser explorado e descoberto, imagine que interessante seria ver um ferino de formigas ou um de baleias. Ainda não há previsão de lançamento para o segundo livro aqui no Brasil, mas garanto que não vão se arrepender de acompanhar a história deste jovem e inexperiente encantador de corvos.

0 Flares Facebook 0 Pin It Share 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×
The following two tabs change content below.

Kinder

Sei lá, acho que to coisado... Me chamo Fernando - Mas podem me chamar de Kinder - sou um jovem adulto tentando encontrar seu lugar no mundo e buscando refugio em outros, principalmente nos mundos de aventura e fantasia, fã de memes e cultura pop, admirador de Doctor Who e em busca de um Delorean.