Resenha: A Irmandade Perfeita

0 Flares 0 Flares ×

Sinopse: “Alguns acontecimentos precisam de reações rápidas. Alguns questionamentos precisam de respostas imediatas, e por isso existem os que tentam desvendar, mas todos sabem que os espertos deveriam manter-se distantes. Neste colégio, você pode ser apenas mais um aluno, como tantos outros que foram enviados, ou não.Então prepare-se para vivenciar juntos deles a suas mais intensas experiências de vida, mas cuidado, posicione-se, escolha um lado o mais rápido que puder e não descarte a possibilidade de que tudo seja um jogo, uma armação, e que você pode ser a peça chave para alguém sair ileso.”

Ficção Brasileira / 294 páginas / Cortesia da Autora: Luiza Costa da Fonseca / Publicado em 2017 / Classificação 3/5

Adolescentes com sentimentos a flor da pele, competitividade, traições e muito conflito define a vida desses estudantes em A Irmandade Perfeita.

Elisa é uma jovem que vem de uma família elegante e rica, junto com seus irmãos estudam no Instituto São Valentim.
Um colégio interno que estuda os filhos das classes mais alta da sociedade.

Ela tem uma rival que se chama Sophia, e ambas querem ser a rainha do colégio (Queen B), porém não pode existir duas rainhas e elas travarão uma batalha pela lealdade de seus súditos.

Mas estudar no São Valentim não é uma sensação boa para os alunos, pois eles são normalmente deixados por seus pais que querem se livrar deles por um logo tempo, e o instituto fica numa área distante da capital.

No Instituto São Valentim, os rumores parecem valer mais do que a verdade.

Jovens mimados e com muito complexo de superioridade você encontra nessa narrativa, os conflitos por poder acaba levando não só a Elisa, mas todos seus amigos para uma trama jamais esperada.
A garota se vê incumbida de investigar algumas mortes e não sabe quem será o próximo a morrer e talvez ela seja a próxima vítima.

Para quem gosta de uma trama adolescente no estilo Gossip Girl com direito a garotas más com uma pitada de suspense e mistério, esse é o livro.
Com uma leitura fluída e simples a autora nos dar detalhes sobre as personalidades dos personagens que nos faz até ter antipatia com alguns (ps.: eu não simpatizei com a Elisa haha’).

Movidos por medo, ódio e vingança, qual será a melhor saída?

Será que existe uma saída?

Queria pontuar algumas coisas aqui: Achei a capa do livro e o acabamento muito lindos, não achei que o nome do livro tem muito peso sobre a história narrada, no começo até parecia que ia seguir essa linha, mas depois mudou tudo e me deu a impressão de que o nome não combina muito.

Porém isso não tira a qualidade da história e eu recomendo a Irmandade Perfeita!
E para saber mais sobre o livro e a autora visitem a página no Facebook: A Irmandade Perfeita

0 Flares Facebook 0 Pin It Share 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×
The following two tabs change content below.

Jane Cruz

Aspirante a Programação, é fissurada em leitura. Prefere livros do gênero de Terror/Suspense. Colecionadora de Marcadores, Geek por natureza, ama games, animes, séries, mangás e doramas. Uma curiosidade: Ela acha que o homem nunca foi a Lua.

Latest posts by Jane Cruz (see all)